LuCumma Cocina Inka

Comida peruana anda na moda em Buenos Aires. Vários restaurantes com propostas fusion, comida peruana e japonesa, estão em voga. Alheios à esta onda, mas dispostos a sempre experimentar coisas novas, encontramos por acaso este restaurante no barrio chino em BsAs. A Quéle e a Marilia ainda estavam atordoadas devido às compras de bugigangas e visitas aos supermercados da região quando nos deparamos com a fachada clean do LuCumma – Cocina Inka. O plano era visitar algum dos vários restaurantes chineses do bairro (cliché, hehe), mas decidimos experimentar.

Entramos e não havia ninguém no restaurante, além dos simpáticos garçons. Mas o ambiente era super agradável e decidimos ficar. Sempre esquecemos do costume de não fazer nada cedo em BsAs, seja o almoço ou jantar.

O salão principal pintado de um laranja/amarelado forte não me disse nada na hora, mas depois de algumas pesquisas descobri que lucuma (com um “m” só) é umas das frutas mais populares do Peru, e de cor… laranja/ amarelado. Genial, não era coincidência!

Existe um pátio com mesinhas para quem prefere um almoço al fresco, mas como não estava tão fresco assim decidimos ficar no salão mesmo.

O cardápio é bem interessante, com várias opções de pescados além dos obrigatórios ceviches. Depois de meia hora o lugar começou a ficar mais agitado. Bom sinal.

Eu escolhi um Ají de Camarones, com camarones dorados en manteca acompañados por crema de ají mirasol, queso y pan crocante,servido con papas,huevo y arroz blanco.

A Quéle, que adora tudo o que vem do mar, escolheu um Arroz chaufa de mariscos, com langostinos,vieiras,camarones y trocitos de pulpo con arroz, cebollitas y picantes.

E a Marilia decidiu experimentar o Mero relleno con mariscos, filet de mero a la plancha con salsa a base de ají, mariscos y arroz.


Esperava que o prato fosse mais picante, mas é difícil achar isso em BsAs. Em geral os restaurantes não são tão aventureiros nos sabores mais exóticos.

O meu prato estava delicioso, e o que provei dos outros me impressionou também.

A grande estrela do dia, porém, veio em forma de sobremesa. Mousse de Pisco Sour! Divino!! Poderia ter um pouco menos dos caramelos artificiais de cobertura, mas o sabor estava ótimo. E a Quéle ficou bem risonha depois de apenas algumas colheres…Nem conseguiu terminar o dela, rindo das minhas piadas sem graça, hehe.


O preço do almoço executivo é algo fora da realidade para o que é oferecido. Prato principal, bebida e sobremesa em torno de $30!! Ótimo custo benefício!

Mais uma ótima surpresa no Barrio Chino! Primeiro o Lotus Neo Thai, e agora o LuCumma. Só falta eu conhecer algum restaurante chinês por lá….

Veja o que o Guia Oleo tem a dizer sobre o restaurante!

LuCumma

Olazábal 1679 – Ciudad de Buenos Aires

Tel: 4784-9167
mapa do Guia Oleo
2017-09-06T16:26:30+00:00

4 Comments

  1. Marilia 4 de março de 2010 at 03:37

    sensacional! voltareeeemos!

  2. jair 4 de março de 2010 at 20:17

    nossa! 30pesos nesses pratos ali??? vou deixar anotado aqui já essa dica.

    mto bom mto bom

    o

  3. Pois é Jair, preços incríveis por toda a parte! Os menus de almoço executivo em vários restaurantes interessantes transistam entre $30 e $45 pesos, o que para nosso padrão de preços aqui no Brasil é quase como ir comer um hamburguer!Só precisamos ficar atentos à inflação por lá…

Leave A Comment