Aventura Porteña de hoje… Paula Teixeira

A Paula também gosta muito de Buenos Aires! Muito legal  descobrir como foi o nascimento da paixão dela pela cidade! Obrigado por dividir com a gente suas dicas, Paula!!!

 

O nascimento de uma paixão
Desde uns 12, 13 anos alimento um fascínio pelos países hispânicos da América Latina (especialmente Argentina e México). Cheguei a estudar sozinha o espanhol e a entrar em contato com hispanohablantes
só para me sentir mais perto desse mundo. Perdão, Brasil. Perdão, português. Mas a língua espanhola é linda demais!
Por conta das circunstâncias da vida (leia-se $ e tempo), só aos 27 anos consegui sair do Brasil e conhecer a sonhada Buenos Aires. Já fui com toda a expectativa possível e (impossível). Chegando lá: Surpresa! Tudo muito mais encantador e envolvente do que eu imaginava!
Vamos deixar de lero-lero e contar sobre a viagem! Viajei com duas amigas (minha melhor amiga e a irmã dela). Compramos a passagem e ficamos em um Hostel, na Calle Florida (http://www.hostelsuitesflorida.com/). Acho que vale super a pena! Foi super barato (deu uns R$ 50,00 por dia/pessoa!). Tinha um café da manhã simples, banheiro só pra gente (com secador!), ar condicionado. Tudo limpo. Simples, mas conservado (não tem TV nem telefone no quarto). Única coisa ruim foi uma noite em que o pessoal estava agitado e fazendo barulho de madrugada no corredor. Mas é só reclamar que eles param! Jovens!
Quando descemos na avenida Corrientes que eu percebi que estávamos em Buenos: Avenida movimentada, grandes outdoors, tudo bem diferente do local onde vivo (Belo Horizonte = roça grande!).

Muita gente critica a calle Florida, o centro e tal. Mas, poxa, o centro (ou microcentro) é um pouco a alma do negócio, onde todas as pessoas, de todas as partes transitam, não apenas turistas. Mas lá as lojas são parecidas com as do Brasil, não existe uma “alma porteña”, mas vale a pena transitar por lá em meio aos argentinos apressados!

Em uma primeira visita, acho que ninguém pode perder a feira de San Telmo. Tem muita coisa artesanal, lembrancinhas batidas de viagens (mas bacanas!), antiguidades. Sem falar que o bairro é muito charmoso, com construções antigas. Fiquei com a maior vontade de conhecer uma delas por dentro … pero. No Mercado de San Telmo fizemos uma viagem à infância: bonecas antigas (bem antigas),
brinquedos, coisas do tempo de nossos pais, avós. Vale a pena uma olhada!
Obrigado pelas dicas e fotos, Paula!! E agora faça como a Paula, e mande pra gente seu relato de viagem! Será uma enorme felicidade publicá-lo aqui no blog! Envie o texto e fotos para buenosairesdreams@terra.com.br   Gracias!!!
2017-09-06T16:25:32+00:00

4 Comments

  1. Paula 9 de março de 2012 at 23:17

    Gracias, Marco, por nos permitir expressar nosso sentimento por Buenos Aires!

  2. Eu que agradeço a gentileza, Paula!! Fico muito feliz em dividir o espaço com você e os outros apaixonados por esta cidade! Sem vocês este blog não teria a menor graça! Abração!!

  3. Anônimo 11 de março de 2012 at 21:22

    Marco, Boa Noite.
    Estou indo para BA apenas em Novembro. Mas estou querendo cotar alguns preços em Buenos. Quanto devemos levar em $$ para lá? Dólar ou Peso? Ou os dois? Não sou muito fã de cartão de crédito.
    E outra dúvida, como estão as gastos com restaurantes? A inflação chegou forte nos restaurantes da Argentina?
    Obrigado,
    Abraços Guilherme.

  4. Oi Guilherme!! Obrigado pela visita! A inflação não atingiu tanto os restaurantes como as outras áreas. Ainda se come melhor e mais barato por lá comparado com o Brasil. Almoço em média 50 pesos e jantar em média 100 pesos, mas tudo depende do tipo de restaurante!! Em relação a quanto levar, impossível dizer, pois não sei qual seu tipo de viagem, ou objetivos. Tem um post muito interessante sobre este assunto lá no Viaje na Viagem, dá uma olhada!

    http://www.viajenaviagem.com/2012/01/que-moeda-eu-levo-para-a-argentina/

    Boa viagem!!

Leave A Comment